Doença de Marek

A Doença de Marek é uma infecção causada por um vírus que ataca galinhas em várias partes do mundo. Entre os anos de 1980 até 1990 cepas altamente virulentas tornaram-se um problema na América do Norte e na Europa. Várias aves foram acometidas pela doença. A forma mais comum de infecção é através da respiração. A doença é altamente contagiosa, espalhando-se através de caspas dos folículos da pena e qualquer outro objeto capaz de transportar a doença. As aves infectadas permanecem com o vírus no sangue ao longo de toda a sua vida. A transmissão vertical, ou seja, a transmissão da galinha para os seus filhotes, através da postura e choco dos ovos, não é considerada importante.

Doença de Marek

Sintomas da doença de marek

Os principais sintomas da Doença de Marek são paralisia das pernas, asas e pescoço, perda de peso, problemas na visão, pele rugosa nos folículos ao redor das penas e pupilas irregulares e na cor cinza. A mortalidade em um galinheiro afetado geralmente será moderada ou alta durante várias semanas. Esta doença poderá atacar galinhas com até 40 semanas de idade. As aves afetadas pela doença de Marek estão mais suscetíveis a sofrer de outras doenças, tanto parasitárias quanto bacterianas.

Esta doença tem várias manifestações. Pode causar problemas neurológicos, infiltrando-se de forma aguda do sistema nervoso central, causando paralisia temporária das pernas ou asas e lesões oculares. Problemas viscerais, como tumores no coração, ovário, testículos, músculos e pulmões e por fim problemas cutâneos, como tumores nos folículos das penas, tornando-se em uma grave doença de galinhas.

Tratamento da doença de marek

Até o presente momento não tem nenhum tratamento para esta doença.

Prevenindo a doença de marek

É importante apenas manter uma completa higiene do galinheiro e a vacinação dos pintinhos com 1 dia de vida. Esta vacinação irá proteger as aves contra a doença, já que até o momento não existe cura. É importante que seja feito no 1º dia de vida do pintinho. Ele não pode ter qualquer contato com outras aves e ambientes que possam estar contaminados pelo vírus. Por fim vale lembrar que a vacinação de um animal contaminado não irá impedir que ele venha a contaminar outras galinhas.

O vírus sobrevive à temperatura ambiente durante um longo período de tempo, por mais de 1 ano de idade, quando associada às células. Ele também é resistente aos desinfetantes a base de amônia e fenóis. Ele é rapidamente destruído se for congelado e descongelado.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 0 votos - Média: 0 estrelas

Saiba os segredos para criar aves!

Coloque seu melhor email para receber gratuitamente as melhores dicas e informações sobre o seu pássaro favorito!